Como exerc√≠cio em excesso pode afetar cora√ß√£o, f√≠gado e m√ļsculos

Por Rodrigo Matarazzo em 25/06/2019 às 11:15:28

Os cientistas, das universidades estaduais de S√£o Paulo (USP) de Ribeir√£o Preto e de Campinas (Unicamp) em Limeira, j√° estudam h√° uma década o impacto deste excesso no organismo – e reuniram suas principais descobertas em um artigo recém-publicado no periódico internacional Cytokine. As pesquisas receberam apoio da Funda√ß√£o de Amparo à Pesquisa do Estado de S√£o Paulo (Fapesp).

Cora√ß√£o, fígado, músculos e sistema nervoso mostraram, em experimentos com camundongos conduzidos pelos pesquisadores, altera√ß√Ķes – algumas prejudiciais – após treinos muito intensos. Os testes incluíram corridas no plano, na subida e na descida por oito semanas.

A pr√°tica é nociva para o organismo, alertam os autores, caso n√£o haja um período adequado de descanso e recupera√ß√£o.

Fígado entra em cena para ajudar o músculo

Nos músculos, as células demonstraram mais dificuldade em captar a glicose no sangue – subst√Ęncia que é fonte de energia para as células, como o combustível do nosso corpo. Na modalidade de descida, os animais apresentaram ainda sinais de atrofia e m√° forma√ß√£o de proteínas no interior das células.

Mas, se nas células musculares, houve maior dificuldade de captar glicose, como o organismo supriu esta falta? Novos testes mostraram que o fígado teve um papel nisso, j√° que o órg√£o é um dos mais importantes no controle do a√ßúcar no organismo.

Cientistas brasileiros prop√Ķem analisar o impacto do exercício intenso em diferentes órg√£os
O órg√£o pode "estocar" glicose – para situa√ß√Ķes como a percebida pelos pesquisadores, em que o treino intenso levou a uma dificuldade dos músculos absorverem glicose. Cobaias, no experimento, mostraram aumento deste estoque.

Mas, como efeito negativo do excesso de esfor√ßo físico, os cientistas constataram também maior acúmulo de gordura no fígado e sinais de inflama√ß√£o. Isto pode estar relacionado à atua√ß√£o compensatória do fígado na administra√ß√£o do estoque de glicose, mas ainda n√£o foi confirmado pelos estudiosos.

Para ler a matéria completa na BBC Brasil clique aqui.

Fonte: Banda B

Tags:   Saúde
ANUNCIE
ANUNCIOU VENDEU 2

Coment√°rios

ANUNCIE