Jornal 2

Mais de 1,2 mil selos de LSD são apreendidos em encomendas enviadas a detentos no Presídio de Itajubá, MG

Por Rodrigo Matarazzo em 18/01/2021 às 22:02:42
De acordo com a Sejusp, material foi descoberto em rolos de papel higiênico, buchas de banho e escovas de lavar roupa; substância análoga à maconha também foi interceptada Mais de 1,2 mil selos de LSD são apreendidos em encomendas enviadas a detentos no Presídio de Itajubá, MG

Divulgação/Sejusp

Policiais penais do Presídio de Itajubá apreenderam 1.204 selos de LSD enviados em sete encomendas enviadas a detendos. Além dos selos, foram apreendidos 25 gramas de substância semelhante à maconha, 15 tiras de suposta droga sintética e quatro chips de telefone. O material foi encontrado dentro kits postais enviados por familiares e visitantes de detentos da unidade prisional. As drogas estavam escondidas dentro de rolos de papel higiênico, em buchas de banhos e escovas de lavar roupa.

As apreensões ocorreram no domingo (17) e foram divulgadas pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) nesta segunda-feira (18). De acordo com o órgão, as encomendas com itens complementares são entregues semanalmente no presídio pelos Correios. Depois de recebidas, as caixas são inspecionadas minuciosamente pelos policiais penais, antes de serem entregues aos presos, trabalho este que conta comapoio da Assessoria de Inteligência da unidade prisional.

A Sejusto explicou que a direção do Presídio de Itajubá confeccionou o Registro de Eventos de Defesa Social (Reds), no qual são citados os remetentes e os destinatários das encomendas. Todo o material apreendido foi encaminhado para a Polícia Civil, que ficará responsável pelas investigações criminais sobre o ocorrido.

Materiais apreendidos no Presídio de Itajubá (MG) estavam dentro de rolos de papel higiênico, em buchas de banhos e escovas de lavar roupa

Divulgação/Sejusp

A direção da unidade prisional instaurou um procedimento administrativo para apurar os fatos. A Sejusp explicou que os presos destinatários dos ilícitos passarão pelo Conselho Disciplinar do presídio, podendo sofrer sanções administrativas. Os visitantes que encaminharam as encomendas ficarão impedidos de enviar itens novamente, conforme pontuou o órgão.

VÍDEOS: Veja os vídeos mais assistidos do G1 Sul de Minas

Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas

Fonte: G1

Comunicar erro
ANUNCIE
ANUNCIOU VENDEU 2

Comentários

ANUNCIE