Portal de Notícias Administrável desenvolvido por Hotfix

Coronavírus

Resumo do Dia: Confira como anda o avanço da pandemia no DF


Vacina - A vacinação de idosos entre 76 e 78 anos no DF começou nesta sexta e essa nova fase deve alcançar 23 mil pessoas. O DF recebeu 11 mil doses de CoronaVac e a secretaria de Saúde prevê vacinar mais de 23 mil pessoas. Os postos de vacinação terão doses extras de vacina para os não agendados. Os idosos relatam dificuldades no acesso ao site para agendar a vacinação. Alguns tentaram por 4 horas para conseguir marcar a vacinação. Houve também muita irritação nos postos de atendimento depois de dificuldades com o agendamento devido à instabilidade no site da Saúde.

Lockdown - Representantes do setor de bares e restaurantes avaliam anúncio de lockdown no DF. Para o presidente em exercício da Fecomércio-DF, Edson de Castro, a decisão representa um "mal necessário". Um ano depois de a pandemia chegar ao Brasil, DF terá lockdown pela primeira vez. Com exceção dos serviços essenciais, todo o restante das atividades econômicas ficará interrompido no Distrito Federal das 20h às 5h, a partir de segunda-feira (1º/3). O toque de recolher deve durar pelo menos 14 dias. Igrejas, escolas e mercados podem funcionar após 20h. O decreto do toque de recolher publicado no Diário Oficial traz ainda detalhas sobre o teletrabalho para os órgãos do GDF. Para o Sindhobar e a Abrasel, o fechamento de bares e restaurantes é catastrófico. As entidades se reuniram para discutir toque de recolher no DF e tentar encontrar formas de derrubar as medidas restritivas.

Aglomeração - Bares do DF tiveram aglomeração e clientes sem máscara durante a final do Brasileirão.

Aulas - O retorno presencial das aulas na rede pública do DF foi adiado. O anúncio foi feito na noite desta quinta-feira (25/2) pelo secretário de Educação, Leandro Cruz.

Pandemia - "A pandemia é muito maior e inesperada", alertou Luciano Lourenço, clínico geral
Coordenador do Pronto-Socorro do Hospital Santa Lúcia, ao destacar pontos preocupantes em descobertas relacionadas ao novo coronavírus.

Hospitais - Os leitos de UTI da rede pública tinham ocupação de 95% na manhã desta sexta-feira. O governador Ibaneis Rocha anunciou 60 novos leitos de UTI para pacientes do DF, 20 no Hospital de Campanha de Ceilândia e 40 no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM). Na tarde desta sexta-feira, a rede pública do DF tinha apenas um leito adulto de UTI disponível para covid-19 e dois pediátricos.

Transporte - O toque de recolher vai alterar o transporte público no DF. Com o lockdown, o funcionamento dos meios de transporte no DF deve ser alterado para cumprir a nova norma.


UOL

Coronavírus

Assine o Portal!

Receba as principais notícias em primeira mão assim que elas forem postadas!

Assinar Grátis!

Assine o Portal!

Receba as principais notícias em primeira mão assim que elas forem postadas!

Assinar Grátis!